Blog / Notícias

Absenteísmo e rotatividade de pessoal: O que é e como isso pode influenciar a empresa?

Absenteísmo e rotatividade de pessoal O que é e como isso pode influenciar a empresa

O absenteísmo e rotatividade de pessoal nas empresas são dois grandes desafios enfrentados pelos empresários. Infelizmente, tanto o giro de funcionários como ausência frequente do trabalhador no ambiente laboral causam grandes prejuízos aos caixas da companhia e isso impede novos investimentos no negócio.

A rotatividade de pessoal envolve novas contratações e investimento de tempo e recursos para treinamento. 

Enquanto isso, o absenteísmo é negativo, pois sobrecarrega o grupo com tarefas que eram para ser feitas pelo empregado ausente, mas, de certo ponto, ele também serve como um indicativo de que esse trabalhador pode estar insatisfeito com sua posição e está enfrentando algum tipo de problema no ambiente laboral que deve ser avaliada.

Quais as causas do absenteísmo e rotatividade de pessoal nas empresas?

O absenteísmo é caracterizado pelas faltas não programadas ao trabalho, sendo uma das principais causas na perda da produtividade das empresas, pois essas ações promovem custos diretos e indiretos.

A empresa conta como certo que aquele determinado trabalho será realizado pela sua equipe, quando acontece faltas constantes, os custos continuam, mas a produtividade muda completamente.

As causas do absenteísmo nem sempre são explicadas, alguns possuem motivos justificados, entretanto, a maioria não. Alguns especialistas sugerem que esse pode ser um sinal de que existem problemas nas relações no trabalho, insatisfação com salários e também com as condições de trabalho.

Quando ocorre grande rotatividade de pessoal, esses aspectos podem ser confirmados, a perda de talentos pode incitar grandes prejuízos, além de gastos grandes em treinamentos com novas contratações e também, os custos de desligamentos.

Como se calcula o absenteísmo e rotatividade?

O cálculo correto é a análise dos desligamentos e entradas de funcionários nas empresas, ou seja, soma-se as admissões ao número de desligamentos e depois, divide por 2. Por fim, divide o resultado pelo número total dos funcionários da empresa.

Companhias grandes fazem essa medição constantemente, pois é através desse cálculo que eles sabem a porcentagem de funcionários realmente engajados nos objetivos da empresa.

Para ter um panorama geral somente da eficiência da retenção de talentos, deve-se fazer o cálculo somente com os funcionários desligados, nesse caso, confira a fórmula:

*Número de desligados dividido por número de funcionários totais da empresa.

O Departamento de RH pode fazer isso por setor, dessa forma, consegue identificar pontos importantes no desenvolvimento das atividades que podem ser melhorados.

Estratégias para diminuir o absenteísmo e rotatividade

As empresas precisam trabalhar fortemente para reter os talentos e melhorar os índices de absenteísmo e rotatividade. Algumas ações que podem ser feitas são:

– Criar um plano de carreira

Muitos profissionais se sentem mais motivados quando existem chances de crescimento, essa é uma das principais ferramentas para segurar os colaboradores que se destacam no ambiente de trabalho. 

Ou seja, os funcionários engajados faltam menos no trabalho, pois se esforçam mais para alcançar a promoção e os benefícios.

– Melhorar o clima organizacional da companhia

As empresas precisam pensar nesse detalhe, afinal, nenhum profissional gosta de trabalhar em um ambiente estressante e muitas vezes, sem recursos para realizar as tarefas.

Uma opção é ouvir os funcionários de tempos em tempos, organize reuniões ou faça pesquisas dentro da empresa para saber o que precisa ser mudado para que as atividades sejam realizadas com mais ênfase.

Treine os líderes para levarem a equipe ao sucesso e não simplesmente fazer cobranças e dar ordens.

– Ofereça benefícios

Não é novidade para ninguém que muitas empresas combatem o absenteísmo e rotatividade oferecendo premiações para engajar os funcionários, entre eles, brindes, vale alimentação, cestas de natal e outras formas que deixam as pessoas mais felizes e motivadas.

– Não estipular metas inatingíveis

Obviamente que todas as empresas querem crescer muito todos os anos, mas isso deve ser avaliado no geral. A companhia está fazendo sua parte para conseguir atingir o objetivo? Tem boas condições de trabalho? É um número possível de se alcançar?

Infelizmente, a maioria das empresas perdem talentos por sobrecarregar os funcionários, sobretudo na cobrança de resultados impossíveis, isso desmotiva e faz com que o número de rotatividade de pessoal aumente.

– Diálogo entre os líderes

Manter a comunicação entre os líderes permite que os problemas de absenteísmo e rotatividade sejam discutidos. É necessário que a empresa encontre uma solução rápida para que isso não vire uma bola de neve.

Através da comunicação entre os setores, a Gestão de Recursos Humanos também pode ser melhorada e com isso, evitar erros na contratação de profissionais que não cabem no estilo da empresa. 

Embora evitar o absenteísmo e rotatividade seja um desafio, não é algo impossível. Através de um trabalho firme e constante, a empresa pode reduzir esse problema e melhorar seu rendimento.

Gostou do Conteúdo? Confira também: Como ganhar mais produtividade no trabalho? 5 dicas que podem te ajudar!

  • 46
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    46
    Shares
  • 46
    Shares