Blog / Notícias

Negócios para começar com pouco dinheiro

Muitas pessoas tem o sonho de empreender no Brasil, contudo, a grande barreira é a falta de recursos. Mas, você sabia que é possível começar um negócio com pouco dinheiro?

Obviamente que um aporte financeiro sempre é necessário, entretanto, nem todo mundo começa grande, alguns empreendedores inclusive se orgulham da estrutura inicial enxuta, porém, com potencial para expandir.

Inúmeros tipos de negócios não exigem um determinado capital inicial, essa é uma excelente oportunidade para quem não pode investir com risco, não tem recursos financeiros e muito menos acesso a crédito bancário.

Diante de um cenário de crise e de extrema competitividade o número de pessoas que deseja ser o seu próprio patrão aumentou muito nos últimos anos.

O GEM ( Global Entrepreneurship Monitor) realizou uma pesquisa no Brasil em 2019 e constatou que o país possui aproximadamente 53,40 milhões de empreendedores.

O mais impressionante é que em 2020, com a pandemia o Brasil registrou um número recorde de empreendedores. Só nos primeiros 9 meses do ano, houve um aumento de 14,8% em comparação ao mesmo período do ano passado.

Esses dados mostram que apesar do momento desafiador, as pessoas não param de acreditar nos seus sonhos.

Em que posso empreender com pouco dinheiro?

Nem todos os empreendedores tinham um bom dinheiro armazenado para investir, grande parte faz parte da lista dos que começaram um negócio com pouco dinheiro.

É preciso ter coragem, foco e principalmente, planejamento.

Independente do ramo da empresa, é necessário ter um plano de negócios para estruturar realmente as atividades que serão realizadas, público alvo a ser atendido, objetivos e o que será feito para alcançar os bons resultados.

Segue algumas sugestões:

1- Vendas Online de Produtos

Você não precisa fazer um site para começar a trabalhar, afinal, é necessário um bom investimento  para o programador e também, no marketing digital.

Muitos empreendedores começaram um negócio com pouco dinheiro trabalhando em plataformas que já existem como o Mercado Livre ou o Shopper.

Nesses sites, é possível cadastrar seus produtos à venda e começar a divulgar. Em troca, é necessário pagar uma comissão para eles, o que torna o negócio muito viável.

Essas plataformas apresentam muitas vantagens, pois eles já possuem a confiabilidade dos usuários e grande alcance. Portanto, mesmo que você não tenha recursos de investir em publicidade, é uma excelente forma de começar.

A boa notícia é que você pode vender uma série de produtos novos ou usados nessas plataformas, como: Roupas, sapatos, cosméticos, livros, peças de carros, entre outros.

Com pouco investimento você consegue montar um pequeno estoque e começar.

2- Venda de cursos, e-books e produtos online ( Afiliados)

Esse é um dos negócios para começar com pouco dinheiro ou sem nenhum. Afiliados são pessoas que revendem produtos e serviços de plataformas como Hotmart, Monetizze, Eduzz, entre outros.

O sistema funciona dessa forma: O empreendedor precisa fazer um cadastro nessas plataformas e se afiliar aos produtos de seu interesse. Fazendo isso, ganhará um link onde poderá divulgar para amigos, familiares, redes sociais e onde quiser.

Caso alguém comprar aquele produto à partir desse link, o vendedor ganha uma comissão, que diga-se de passagem, geralmente é muito boa.

Existem grandes empreendedores nessa área, mas tem que trabalhar muito, pois é necessário traçar estratégias para divulgação dos produtos.

O comércio online brasileiro teve um aumento de 47% nas vendas nos últimos anos, essa é uma boa razão para começar a investir na internet.

Nesse caso, o investimento será para divulgar os produtos em anúncios pagos na internet. Mas, para começar, é possível usar as redes sociais e classificados de maneira gratuita.

3- Revenda de roupas e semijoias em consignação

A força das redes sociais fizeram muitas pessoas saírem da zona de conforto, abrir um negócio com pouco dinheiro não  é algo incomum, pelo contrário, a maioria dos empreendedores deram o primeiro passo dessa forma.

Revender roupas e semijoias tem sido a escolha de muitas pessoas que usam as redes sociais como forma de divulgação. A boa notícia é que eles possuem um prazo para ficar com as mercadorias e vender, depois, precisam devolver o estoque que não foi comercializado e pagar aquelas que foram.

Existem muitas vantagens nesse negócio, um deles é que a revendedora pode ganhar uma boa lucratividade, pois geralmente tem liberdade de trabalhar com a margem desejada. O outro é que não precisa investir nada para começar.

Roupas e semijoias estão no topo de artigos mais vendidos na internet, portanto, esse é um nicho que merece ser estudado.

4- Refeições e doces saudáveis

As pessoas estão cuidando mais da saúde e o mercado ainda não está preparado  completamente para atender essa demanda. Ou seja, ainda tem muito campo para trabalhar e conseguir um bom retorno.

Está na lista dos negócios para começar com pouco dinheiro porque de fato, com uma compra de supermercado não tão alta já é possível dar o primeiro passo.

De acordo com o Ministério da Economia, o mercado das marmitas cresceu 130% nos últimos 5 anos. Isso significa que existe demanda para esse tipo de refeição que podem ser congelada e é mais econômica do que comer em restaurante.

Para divulgar as marmitinhas e doces FIT, bastam movimentar as redes sociais e a participar de grupos do Facebook e Whatsapp da região. Os resultados costumam ser positivos e o negócio tem grandes chances de crescimento.

Um ponto de partida interessante é anunciar em empresas próximas de casa, assim, o alcance é alto.

5- Massagista

Esses cursos são livres, ou seja, com pouco investimento é possível se tornar uma profissional da área. Depois de ter alguns clientes, a empreendedora pode fazer algumas especializações e atuar em outras áreas da estética.

O investimento inicial nesse caso seria uma maca, cremes de massagem, óleos essenciais e um ambiente agradável para receber os clientes.

Essas foram apenas algumas ideias de negócios para começar com pouco dinheiro.

Vale lembrar que é importante contratar um escritório contábil para auxiliar em todo o processo de abertura de empresa.

Uma boa dica para que o empreendedor não gaste muito é a contabilidade online que não cobra nada para abrir um negócio.

Além disso, as parcelas mensais para ter uma assessoria contábil são econômicas e cabem no bolso.

Entre em contato e confira!

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Artigos que você também pode gostar: