eSocial: A sua micro ou pequena empresa já está preparada para essa mudança?

Micro e pequenas empresas com faturamento inferior à R$ 4,8 milhões por ano são as últimas que precisam se adaptar ao eSocial, enquanto isso, as grandes já estão utilizando a nova obrigação.

 

Para não ter  problema com o fisco, as empresas devem se preparar para essa mudança, para isso, o governo organizou a implementação em 3 grupos:

 

1º – Grandes empresas

2º – Micro empresas

3º – MEI que possui funcionário ( também precisam se adaptar)

 

A mudança não é feita toda de uma vez, mas, por etapas, pois o objetivo é fazer com as empresas se preparem. O projeto é que até meados de 2019, todas as informações já estejam centralizadas no sistema do eSocial .

 

O que é o Esocial?

 

O eSocial é um sistema integrado que vai coletar todas as informações das empresas, isso inclui: Cadastro dos empregados, desligamentos, afastamentos, folhas de pagamento, previdência social, informações fiscais, entre outros.

 

Tudo o que diz respeito aos tributos, trabalhadores, previdência e tributação ficarão disponíveis no sistema para a Receita Federal, Ministério do Trabalho, INSS e Caixa Econômica Federal.

 

O objetivo da implementação do eSocial é:

 

  • Organizar e uniformizar todas as informações trabalhistas, fiscais e previdenciárias para facilitar o trabalho dos órgãos fiscalizadores;
  • Garantir os direitos dos empregados;
  • Aumentar a eficiência da fiscalização do governo nas empresas;
  • Combater fraudes, ilegalidades trabalhistas e obrigar as empresas cumprirem a legislação;

 

A sua micro ou pequena empresa está preparada para o eSocial?

De acordo com algumas pesquisas já realizadas, cerca de 42,9% das micro e pequenas empresas não estão começando a pensar na implantação dessa plataforma.

Entretanto, o governo afirma que até o prazo final, todas as empresas devem se adaptar, pois essa é uma responsabilidade do empresário e se isso não acontecer pode haver consequências para o negócio.

Além de multa gerada pelo Sistema Público de Escrituração Digital ( SPEED), existe um grande risco de levar outras multas do setor fiscal, previdenciária e trabalhista, que inclusive podem ser muito altas e impossibilitar o micro e pequeno empresário de pagar.

Todas as informações colocadas no eSocial devem estar corretas, caso contrário, o empresário pode pagar multa.

 

Como se preparar para o eSocial?

Todas empresas precisam ficar atentas a diferentes aspectos do eSocial, pois o sistema poderá identificar divergências de informações e isso acarretará em problemas para o empregador.

O objetivo do sistema é centralizar as informações, entretanto, ele exige bastante atenção dos profissionais da empresa e da contabilidade devido suas características bastante complexas.

Para as empresas que ainda não começaram a implantação do eSocial ou estão em processo, entenda o que é necessário para fazer isso de uma forma mais tranquila.

 

1- Entenda a necessidade da sua empresa

Diversas informações devem ser cadastradas no eSocial, no entanto, elas não são iguais para todas as empresas. Tudo vai depender do ramo da atividade e do faturamento da empresa, portanto, verifique o que se aplica para o seu negócio.

Lembrando que você não precisa fazer isso sozinho, uma assessoria contábil pode lhe ajudar.

 

2- Conscientização da mudança

Profissionais de RH, líderes, administradores e a departamento contábil devem estar cientes da implantação do eSocial, pois o uso do sistema vai impactar na rotina de trabalho desses profissionais.

Haverão muitos prazos e regras impostos pelo governo para envio de dados, portanto, é essencial se preparar.

 

3- Organização de informações é fundamental

A melhor forma de não perder o prazo dos envios é organizar todas as informações fiscais, trabalhistas e previdenciárias para que elas sejam repassadas no prazo estipulado.

O fato é que os procedimentos de trabalho e a cultura da empresa terá que ser remanejada para atender a exigência do eSocial. Além disso, os colaboradores precisam receber treinamento para usar o sistema e inserir os dados com muita atenção.

 

4- Responsabilidade com o cronograma

Cada departamento tem um prazo de entrega de dados diferente, para não perder a data é necessário ter uma grande organização, pois o atraso, pode incidir altas multas para a empresa.

É função das empresas preparar os seus colaboradores para se  adequar a esse novo formato de trabalho.

 

5- Preste atenção nos ajustes do sistema

A Receita Federal poderá fazer ajustes no software de gestão, para isso, vai existir um cronograma do governo.Todas as empresas devem se adequar para conseguir atender as exigências determinadas.

A sua micro ou pequena empresa está preparada para o eSocial? Existem alguns profissionais que são especializados no processo de implantação do sistema, portanto, na dúvida, não pense duas vezes antes de consultá-los.

Fale agora com o Senhor Contábil e saiba tudo à respeito do eSocial e evite deixar para a última hora.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

FAÇA PARTE DO CLUBE DO SENHOR CONTÁBIL

RECEBA NOSSAS DICAS E FIQUE POR DENTRO DE TUDO QUE ENVOLVE SUA EMPRESA!

Comments are closed.