Blog / Notícias

Gestão de Pessoas – O que é? Qual a sua importância em uma empresa?

Nos últimos anos o modo de administrar as empresas mudou bastante. A gestão de pessoas passou a ser uma das práticas essenciais para criar engajamento entre os colaboradores e estimular o progresso da empresa.

O conceito da gestão de pessoas visa valorizar e desenvolver o capital humano das companhias. Para conseguir isso, são utilizadas técnicas de motivação, capacitação e retenção dos colaboradores para que a empresa atinja melhor desempenho no alcance de resultados.

Qual é a importância da gestão de pessoas?

A valorização do capital humano já é uma realidade nas empresas que buscam a consistência no crescimento. Através da gestão de pessoas são oferecidas melhores condições de trabalho aos funcionários, começando pela infraestrutura, treinamentos e salários compatíveis com a função.

O objetivo é fornecer ferramentas para que eles possam realizar o trabalho da melhor maneira possível. 

A gestão de pessoas é fundamental para o progresso de um negócio, afinal, as companhias são feitas por pessoas. O papel da empresa é fazer com que o time seja focado em alcançar os objetivos estabelecidos por ela.

Nessa estratégia administrativa, a empresa ganha muitas vantagens, entre elas:

#Mais produtividade e qualidade nos processos

Funcionários treinados e motivados trabalham mais inspirados e focados, dessa forma, o resultado final é mais positivo.

Com todos os trabalhadores remando para a mesma direção, dificilmente a empresa deixará de atingir sua missão.

A qualidade nos processos permite mais agilidade e perfeição nos detalhes. Ademais, com o fornecimento de condições adequadas de trabalho, os colaboradores conseguem realizar as atividades rapidamente e com menos margem de erros.

#Retenção de talentos

Na gestão de pessoas o RH trabalha para manter os colaboradores engajados e por mais tempo na empresa. 

O Turnover, grande fluxo de entradas e saídas de funcionários em um curto espaço de tempo é oneroso para as empresas. Pois são investidos recursos e tempo para o processo de admissão e treinamento de profissionais, ademais,  os setores são prejudicados diretamente pela falta de um profissional.

Melhorar os números de rotatividade de funcionários é um grande desafio para as companhias. O objetivo é manter essas taxas dentro da normalidade, mas quando elas são muito altas dentro de um ano, é porque indica que a empresa está com sérios problemas que podem ser: 

Má administração, salários fora da média, pouca motivação, clima organizacional negativo, entre outros.

Através de um trabalho focado na gestão de pessoas, essas questões podem ser evitadas garantindo um ambiente laboral agradável onde os profissionais gostam de trabalhar e conseguem fazer o melhor em prol da companhia.

#Promove boa comunicação interna para gerir problemas e crises

A abordagem para melhorar a comunicação dos setores é uma das filosofias da gestão de pessoas. As empresas querem ouvir os colaboradores para assegurar melhores formas de encontrar soluções para determinados problemas.

Para isso, é necessário que a companhia instaure canais de comunicação onde os colaboradores possam repassar feedbacks sobre procedimentos, falhas operacionais e até mesmo conflitos.

Os funcionários podem ajudar muito a empresa na orientação de melhorias.

#Time mais unido

Diz o ditado que a ” união faz a força”, e não deixa de ser uma verdade. Quem cria essa atmosfera saudável é a gestão de pessoas.

A empresa pode promover encontros, palestras, treinamentos e atividades motivacionais para integrar os setores. O clima organizacional fica leve e agradável para os colaboradores e isso interfere na produtividade individual de cada profissional.

Um time engajado é mais comprometido com suas tarefas, por isso, é considerado de alto desempenho e capaz de realizar grandes coisas.

Em síntese, a importância da gestão de pessoas vai além da contratação e administração de funcionários. Ela foca na criação de procedimentos de trabalho adequados para cada função e organiza os métodos a fim de deixar claro para o colaborador qual é o seu papel dentro da companhia.

Em contrapartida, a empresa treina e oferece todas as ferramentas necessárias para que o profissional realize a sua atividade com eficiência.

Nesse modelo de negócio, todos saem ganhando. Os colaboradores que podem atuar em um ambiente saudável e a empresa que vai colher os frutos do seu investimento.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Artigos que você também pode gostar: