Blog / Notícias

Impactos do crescimento do número de Bancos Digitais

Você já ouviu falar a respeito do crescimento do número de bancos digitais no Brasil?

Tem ou gostaria de abrir uma conta que não precisa ter interação presencial entre banco e cliente?

Uma pesquisa da Global Digital Banking mostrou que os brasileiros estão muito interessados nos serviços dos bancos digitais. Tanto que nos últimos anos houve um aumento de 73% de usuários de contas exclusivamente digitais.

O Brasil é o terceiro país do mundo com  maior número de usuários de contas unicamente digitais. A tecnologia foi bem recebida por aqui e é considerada uma alternativa confiável.

A maioria desses clientes são jovens, pois há uma identificação maior desse público que já cresceu em um ambiente mais digital.

Segundo a pesquisa, uma parte dos brasileiros que não utilizam serviços bancários de bancos digitais se mostra satisfeito com a opção bancária tradicional. Entretanto, uma boa porcentagem ainda não descartou a possibilidade de um dia aderirem a essa tecnologia, só não o fizeram devido a falta de costume e conhecimento das ferramentas. 

O fenômeno se dá devido ao fato do brasileiro ter grande adesão ao uso do smartphone para realizar serviços online, inclusive, mais do que a média global.

Vamos te explicar melhor como isso pode impactar na vida dos brasileiros, acompanhe!

Qual foi a principal vantagem  do surgimento dos bancos digitais?

 Está difícil acompanhar todas as inovações tecnológicas que andam acontecendo nos últimos anos, não é mesmo?

Todos os dias surgem novos modelos de negócios para alcançar a população. Com relação aos bancos, o objetivo é reduzir as burocracias do setor e estimular a competição entre as instituições.

Dessa forma, os clientes têm mais opções para administrar o próprio dinheiro.

Você imaginava que um dia iria abrir uma conta bancária com um passo a passo bem simples e através do celular?

Tenho certeza que não, pois ter uma conta bancária não era algo acessível para todos, afinal de contas, existia uma burocracia para conseguir ter acesso a esses serviços.

A verdade é que os bancos digitais revolucionaram a forma de  movimentar os recursos financeiros. E ainda, oferecem inúmeras vantagens como:

Os bancos digitais permitem o acesso a crédito facilitado

Você já passou por alguma burocracia para pedir empréstimo em alguma instituição financeira?

Os bancos convencionais tinham uma série de exigências antigamente, o processo para conseguir dinheiro emprestado era demorado e repleto de exigências.

Conforme o número de bancos digitais foi aumentando, foram ampliadas as formas de oferecer empréstimos com taxas reduzidas. Ademais, tudo pode ser feito através do celular, sem precisar comparecer na agência, esperar em uma fila e passar por uma conversa longa  com o atendente.

 Os valores são liberados rapidamente e podem ser movimentados através de transferência, PIX, saques, cartões de crédito e pagamentos.

Menor cobrança de taxas

O maior lucro dos bancos sempre foram as altas taxas de juros cobradas de seus clientes. Mas, isso é perfeitamente justificável, afinal, são muitos custos envolvidos para que o negócio funcione.

Por outro lado, o banco digital não tem custos com água, luz, aluguel e muitos funcionários. É justamente por isso que pode oferecer melhores condições para seus clientes.

É comum encontrar condições facilitadas em bancos digitais como: Tarifa zero para transferências, taxas menores para empréstimos e até mesmo, cashback para compras no cartão.

Acirrou a competitividade entre as Instituições

A ampliação do sistema bancário trouxe benefícios para a população. Certamente, esse é um dos principais impactos que os bancos digitais trouxeram para os tempos de hoje.

Com um mercado mais competitivo, os bancos convencionais tiveram que fazer mudanças no sistema de trabalho, afinal de contas, podem perder clientes para os bancos digitais facilmente caso não atualizem sua proposta.

De certa forma, isso é muito positivo para os usuários, afinal, muitos bancos tradicionais também estão oferecendo taxas de juros mais baixas, possibilidade de movimentar o dinheiro pela internet, aplicativos intuitivos e menos burocracia para abrir conta e conseguir empréstimos.

Será que isso aconteceria se o banco digital não tivesse surgido?

Oferecem boas possibilidades de investimento

A abertura dos bancos digitais fomentou os investimentos, afinal, esse era um tema pouco abordado pelos brasileiros devido sua complexidade.

Em alguns bancos digitais é possível encontrar boas plataformas de investimentos, através delas é possível investir o dinheiro com bastante responsabilidade.

Mas, qual é a diferença entre bancos convencionais e bancos digitais quando o assunto é investimento?

Enquanto os bancos convencionais oferecem possibilidades básicas de investimento, geralmente voltados ao CDI, os bancos digitais tendem a trabalhar com produtos mais avançados que podem render mais benefícios aos clientes. Como por exemplo: fundos de investimento em renda fixa, multimercado, ações e cambiais.

São seguros

 Os bancos digitais sérios possuem a Proteção do Fundo Garantidor de Créditos ( FGC), ele assegura que investidores recebam o limite de até R$250 mil reais de volta, caso a instituição venha à falência.

O FGC é uma entidade privada que não possui fins lucrativos, o seu objetivo é proteger o patrimônio do investidor.

Portanto, é importante avaliar se o banco digital escolhido possui a garantia do FGC antes de abrir uma conta.

Acesso a rede bancária para mais pessoas

Você sabia que muitos brasileiros não têm acesso a rede bancária?

Esse número diminuiu muito com a possibilidade de abrir uma conta digital e também com a necessidade de abrir uma conta para receber o auxílio emergencial durante  a pandemia.

Mas, ainda assim, o Brasil tem cerca de 34 milhões de brasileiros que não possuem conta em banco nenhum. É um número que assusta, pois existem riscos em guardar o dinheiro em casa e também limita as possibilidades de fazer uma boa gestão financeira dos  recursos dessa população.

Isso acontece porque os bancos tradicionais cobravam muitas taxas e isso criou uma mentalidade de fuga das instituições.

É justamente essa porcentagem de pessoas que o banco digital também quer atender. O objetivo é oferecer serviços bancários com taxas de juros reduzidas com o viés de facilitar a vida financeira desse público que não teve boa recepção nas instituições bancárias convencionais.

Quais os riscos dos bancos digitais?

Não é difícil encontrar pessoas que têm medo de abrir uma conta em um banco digital, isso é compreensível, afinal, muitos golpistas estão interessados no dinheiro alheio.

Além disso, existem as incertezas diante das fintechs.

No entanto, ambos os riscos também se aplicam aos bancos convencionais.

As tentativas de golpes não estão restritas somente aos bancos digitais, mas também aos bancos convencionais.

Por isso, é importante que os clientes tomem as devidas precauções conforme a orientação do seu banco.

Com relação ao risco de  falência das fintechs, como são chamadas as empresas de tecnologia que oferecem soluções através de serviços digitais, elas estão ampliando sua atuação para competir com os bancos convencionais.

Portanto, isso não a torna mais fraca diante do mercado e com mais chances de falir. Afinal de contas, tanto os bancos digitais como as instituições bancárias convencionais podem ter esse problema.

O fato de ambas contarem com o Fundo Garantidor de Crédito ( FGC), já é um indício de que os bancos digitais podem competir de igual para igual com os bancos convencionais.

No entanto, ainda faltam algumas medidas para os bancos digitais como: Ampliar a sua atuação e também, o catálogo de produtos e serviços.

Mas, não há dúvidas que o futuro é da tecnologia, as fintechs estão se preparando para melhorar cada vez mais a experiência do cliente no quesito segurança, conveniência,variedade e praticidade.

Banco digital para empresas

Os bancos digitais também têm mudado a realidade de muitas empresas, em especial, as micro e pequenas empresas. Entre as vantagens estão:

  1. Praticidade
  2. Economia nas taxas
  3. Redução da burocracia
  4. Oferecimento de inúmeros produtos
  5. Transparência
  6. Atendimento online rápido

Imagine sua empresa ter uma conta digital sem tarifa?

Ter acesso a ferramentas para receber pagamentos sem pagar altas taxas?

E conseguir empréstimos com taxa de juros reduzida?

São muitas as possibilidades que o banco digital oferece aos clientes autônomos e microempreendedores.

A maioria dos bancos convencionais são muito exigentes na hora de abrir uma conta Pessoa Jurídica, por isso, os bancos digitais vieram para eliminar essa burocracia.

Para abrir uma conta digital PJ, basta  preencher o cadastro, apresentar o CNPJ e pronto. Não é necessário que a empresa tenha endereço físico para isso.

O que você achou?

É interessante ou não ter uma conta digital? Eles promovem grandes impactos na forma como pessoas e empresas administram o dinheiro?

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Artigos que você também pode gostar: