Blog / Notícias

Mudar de MEI para ME – Entenda as diferenças

Você está pensando em mudar de MEI para ME? Quer entender quais são as diferenças entre esses dois tipos de empresas?

Então, você está no lugar certo!

Mudar de MEI para ME é um excelente sinal, afinal, demonstra que sua empresa está crescendo!

Contudo, existe uma série de procedimentos que devem ser feitos para realizar essas alterações com extrema segurança. São questões fiscais, trabalhistas e de impostos que passam a ter um peso diferente nas empresas Me.

É justamente por isso que aqui no Senhor Contábil separamos informações importantes de como funciona essa mudança. Acompanhe!

O que é MEI e ME?

Talvez você esteja pensando que o ME tem similaridades com o MEI. Por isso, é necessário prestar bastante atenção nas diferenças, pois elas são muitas.

No MEI, as regras são as seguintes:

  1. Faturamento anual não pode ultrapassar a R$ 81 mil;
  2. Não é permitido ter sociedade;
  3. Pode ter somente 1 funcionário registrado;

Mudar de MEI para ME será uma transformação para sua empresa. O ME significa microempresa e junto dessa nova sigla, vem algumas permissões que na MEI , não existiam, são elas:

  1. O faturamento bruto pode ser até R$ 360 mil por ano;
  2. Pode ter até 9 funcionários (comércio e serviços) e 19 (indústria);
  3. Permite ter sócios (dependendo da natureza jurídica);

Duas razões são as mais comuns para o empreendedor mudar de MEI para ME. Uma delas é o foco no crescimento do negócio,  a outra é quando o faturamento do MEI ultrapassa R$81 mil por ano.

Caso ocorra o desenquadramento de sua empresa automaticamente, o Simples Nacional não atualiza os órgãos competentes, como a Receita Federal, Junta Comercial e Prefeitura.

Isso fará com que você não consiga ter um registro de contrato de sua empresa e nem uma apuração correta dos Impostos.

Mas, além dessas diferenças citadas acima, mudar de MEI para ME envolve outras questões que merecem ser destacadas.

Entenda mais sobre isso a seguir!

Particularidades que diferenciam o MEI e o ME

Antes de mudar de MEI para ME, é fundamental conferir as diferenças entre ambas e principalmente, todas as possibilidades que podem ser aproveitadas nessa alteração.

Talvez você não conheça a fundo as diferenças de MEI para ME. Portanto, observe as informações abaixo e faça sua análise.

#Formalização de MEI e de ME

Para abrir uma empresa MEI é muito fácil, basta alguns cliques no site GOV.BR.

O empreendedor já sai com o CNPJ em mãos e pode começar a trabalhar sem a necessidade de registrar a empresa na junta comercial e outras exigências.

Mas, e o ME?

Para aproveitar os benefícios de ter uma empresa ME, é importante ter um contador responsável para auxilia-lo nos processos, e manter sua empresa regular.

Com a alteração de MEI para ME é necessário confecção do Contrato Social, solicitar a Inscrição Estadual e registro na Junta Comercial.

Mas e sobre os impostos? Quanto você vai pagar?

É justamente sobre isso que vamos falar a seguir!

#Sobre os impostos do MEI e ME

Conforme mencionado acima, o MEI paga seus impostos em uma guia única (DAS), mas, talvez você não saiba que o valor mensal é fixo.

Isso quer dizer que o valor é calculado com base na atividade exercida e não de acordo com a movimentação do faturamento, como acontece no ME.

Os valores pelo MEI são taxas que variam de R$56,00 a R$61,00 por mês, dependendo do ramo de negócio. Eles alteram mediante o salário vigente.

Agora, com relação a ME, os impostos são baseados de acordo com o faturamento do período e de acordo com o tipo de atividade exercida.

Por isso, é fundamental ter a assessoria da contabilidade para efetuar os cálculos e emitir guias de pagamento de impostos, montar os relatórios, fornecer todo o auxílio necessário na gestão contábil, fiscal e tributária.

A contabilidade ainda ajuda e orienta o empreendedor a reduzir custos relacionados.

#Contratação de funcionários no MEI e ME

Um dos motivos para o empreendedor mudar de MEI para o ME é a necessidade de crescimento e contratação de mão de obra. 

Como MEI, é possível ter apenas 1 funcionário com remuneração de um salário-mínimo ou correspondente ao piso da categoria.

Uma forma de conseguir aumentar a equipe é optando pela ME. O comércio e prestador de serviços pode ter até 9 funcionários.

#Classificação de atividades na MEI e ME

Não são todos os ramos de atividade que podem ser MEI, a lista completa está no site GOV.BR e podem ser vistas no instante em que o empreendedor fizer o cadastro para formalizar o negócio.

Via de regra, o MEI é destinado para profissionais autônomos que antes trabalhavam na informalidade. Por isso, são encontradas atividades no ramo do comércio, prestação de serviços e até no ramo da industrialização.

Por outro lado, a ME envolve inúmeras atividades, elas são definidas pelo CNAE (Classificação Nacional de Atividades Econômicas).

Cada atividade tem um código para facilitar o enquadramento das empresas nos órgãos públicos que administram a tributação.

Quando devo mudar de MEI para ME?

Existem muitas razões que podem influenciar na decisão do empreendedor para mudar de MEI para ME. Inclusive, algumas delas já foram citadas aqui, entretanto, é sempre bom reiterar. Veja:

  1. Empresa está crescendo e faturando acima do limite de R$ 81 mil por ano;
  2. Necessidade de aumentar o time de colaboradores;
  3. Busca por um sócio para aumentar a força da empresa;
  4. Mudança de ramo de atividade, cujo não consta na lista do MEI.

Perceba que as situações que incentivam o empreendedor a mudar de MEI para ME são muitas. Por isso, é interessante analisar o momento certo para começar essa transição.

Como mudar de MEI para ME?

Se você já decidiu fazer a mudança de MEI para ME, seja porque o faturamento vai ultrapassar o permitido ou a razão seja qualquer uma das citadas acima, não deixe de ler essas dicas até o final.

Existem dois caminhos para conseguir fazer a transformação.

A primeira delas é procurar um contador para fazer a alteração contratual.

A segunda delas é mais rápida, é dando baixa na sua empresa MEI e abrir uma empresa ME do zero.

Todavia, a presença do contador é essencial em qualquer uma das opções, afinal de contas, é esse profissional que será seu grande aliado na abertura da nova empresa e na gestão fiscal de tributos enquanto o negócio estiver funcionando.

Isso mesmo, você vai precisar contratar uma contabilidade.

Enquanto era MEI, não tinha essa necessidade, pois a guia de pagamento de impostos (DAS) é única e taxa fixa. Ou seja, não havia burocracias.

É preciso ter um contador para mudar de MEI para ME?

Sim, empresas ME precisam contar com um serviço de contabilidade para abrir, alterar e manter a contabilidade em dia. Esse profissional será responsável pelas obrigações contábeis da sua empresa junto aos órgãos públicos.

Vantagens

Mudar de MEI para ME é motivo para comemorar, pois é sinal de que a empresa está crescendo e precisa de espaço para conseguir se desenvolver ainda mais. Contudo, é necessário ter planejamento para realizar todo o passo a passo de maneira correta.

Talvez, você como MEI não estava acostumado com isso. Mas, saiba que a contabilidade anda de mãos dadas com a empresa.

Entre tantas coisas que ela faz como apuração de impostos, emissão de guias para pagamento, livros caixa, relatórios e escrituração. A contabilidade ainda ajuda o empreendedor em outros aspectos como:

  1. Analisa as necessidades da empresa;
  2. Informa sobre taxas e obrigações legais que empresa deve cumprir;
  3. Realiza todos os registros necessários nos órgãos competentes;
  4. Orienta sobre o regime tributário;

Portanto, se você quer mudar de MEI para ME, não desista de ter profissionais da área contábil que possuem especialização no assunto.

O Senhor Contábil é uma contabilidade especializada em Micro e Pequena Empresa – Você já conhece?

Você percebeu que a mudança de MEI para ME exige atenção, e nada melhor do que contar com quem realmente entende do assunto.

O Senhor Contábil tem a solução perfeita para micro e pequenas empresas, pois tem seu trabalho focado nelas.

Aqui você vai encontrar:

  1. Orientação do meio mais fácil e econômico de mudar de MEI para ME;
  2. Ajuda para realizar qualquer tipo de burocracia referente ao negócio;
  3. Mensalidades que cabem no bolso;
  4. Plataforma online, onde os relatórios podem ser consultados de qualquer lugar a qualquer hora;
  5. Atendimento humanizado;
  6. Canal de atendimento especializado.

No Senhor Contábil, a nossa missão é o seu sucesso!

Te convido a entrar em contato com o nosso time de atendimento e tirar todas as dúvidas. Receba uma proposta personalizada para ser um parceiro de uma contabilidade que prioriza o cliente.

Clique aqui e confira!

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Artigos que você também pode gostar: