Blog / Notícias

Novo cálculo do INSS: Você sabe como funciona?

cálculo de inss

O desconto do valor do INSS da folha de pagamento é o fator responsável pela contribuição para o valor da aposentadoria. É através dela que cada brasileiro validará o seu tempo de contribuição para se aposentar, e o valor contribuído para saber quanto receberá de aposentadoria.

A reforma da previdência de 2019 previa uma medida que tornasse o valor do INSS mais “equilibrado” de acordo com a faixa de renda do trabalhador. Esta medida entrou em vigor no dia 01º de Março de 2020, e agora as alíquotas não são mais fixas, mas variam de acordo com a faixa salarial.

No novo cálculo, quem ganha mais pagará mais pelo desconto do INSS, e quem ganha menos pagará menos. A faixa de cálculo agora se inicia com a alíquota de 7,5% (e não mais em 08% como anteriormente) e vai até 14%, de forma cumulativa. Veja a tabela:

ANTES:

SalárioAlíquota
até R$ 1.830,298%
de R$ 1.830,30 até R$ 3.050,529%
de R$ 3.050,53 até R$ 6.101,0611%

AGORA:

SalárioAlíquota
R$ 1.045 (salário mínimo)7,5%
De R$ 1.045,01 a R$ 2.089,609%
De R$ 2.089,61 a R$ 3.134,4012%
De R$ 3.134,41 a R$ 6.101,0614%

Os descontos não são mais fixos, mas sim progressivos e calculados de forma cumulativa. Ou seja, um trabalhador que ganha um salário acima do mínimo, terá a alíquota de 7,5% calculado sobre R$1.045, sobre a diferença se aplicará a próxima alíquota, sendo que no final do cálculo as alíquotas se somarão para definir o valor a ser descontado para o INSS.


Não quer esperar? Entre em contato diretamente com um dos nossos consultores, clique aqui.

Acompanhe o exemplo:

Suponhamos que um trabalhador ganhe o salário de R$3.500,00. O cálculo do valor do INSS seguirá da seguinte forma:

Faixa da remuneraçãoAlíquotaValor a ser pago
R$1.045,007,5%R$73,15
De R$ 1.045,01 a R$ 2.089,60 (ou seja, R$1.044,60)9%R$94,01
De R$ 2.089,61 a R$ 3.134,40 (ou seja, R$1.044,80)12%R$125,38
De R$ 3.134,41 a R$ 3.500,00 (ou seja, R$365,60)14%R$51,18
TOTAL A SER DESCONTADOR$343,72

O novo cálculo já está valendo para trabalhadores formais com carteira assinada, inclusive domésticos. Já para os autônomos, trabalhadores individuais e todos os que integram o gênero de segurados facultativos (aqueles que contribuem com o INSS por conta própria, por meio do pagamento de carnês ou da guia disponibilizada no site da Previdência), continua valendo a alíquota-base de antes, no valor de 20% para salários superiores ao mínimo.

Se você quiser simular o valor do INSS, indicamos a calculadora do pessoal da Conta azul, é só você inserir os valores e pronto! O cálculo aparece pra você. Você pode acessar o link clicando aqui.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Artigos que você também pode gostar: