Blog / Notícias

O que é caixa 2 nas empresas e qual a importância da emissão da nota fiscal?

o que é caixa 2?

Você certamente já ouviu falar sobre o “caixa 2 nas empresas”, constantemente esse assunto está atrelado ao fato dos empresários buscarem uma redução da carga tributária no empreendimento. Ou seja, é uma forma de sonegar impostos.

O “caixa 2 nas empresas” é uma espécie de contabilidade feita paralelamente onde não se emite nota fiscal para que os impostos devidos não sejam cobrados. Essa prática é extremamente perigosa para o negócio, pois se trata de uma atividade ilegal, ações cujo a Receita Federal investiga constantemente.

Caixa 2 nas empresa é crime e pode prejudicar o negócio

Esse conceito de efetuar a venda de produtos e serviços sem emissão de nota fiscal para driblar os tributos é relativamente antigo. No Brasil, boa porcentagem de empresas trabalham dessa forma e estão correndo riscos constantemente, pois se trata de uma conduta criminosa.

Nos últimos anos tivemos uma grande mobilização da população contra a corrupção dos políticos, no entanto, não podemos esquecer que a educação começa pela base do povo. Não há como cobrar o fim da corrupção se o problema está em boa parte dos negócios brasileiros.

O caixa 2 nas empresas configura crime de “sonegação fiscal” previsto na Lei № 4.729/1965 . Portanto, as empresas que forjam uma receita falsa podem levar uma multa que corresponde até 5 vezes do valor sonegado e o proprietário da empresa pode sofrer pena de 2 a 5 anos de detenção.

A Receita Federal está sempre investigando casos de caixa 2 nas empresas, o objetivo é combater essa prática.

Obviamente que esse problema pode levar uma empresa a falência, pois esses desvios de dinheiro escondem a realidade financeira do negócio.

Qual é a importância de se emitir nota fiscal em uma empresa?

A nota fiscal é um documento que registra todas as operações de venda e prestação de serviços nas empresas. É através dela que a contabilidade do negócio é realizada e os impostos devidos naquelas operações são apurados.

O fato de não utilizar a nota fiscal em uma transação é considerado sonegação fiscal.

Alguns tipos de negócios tem ressalvas sobre a emissão de nota fiscal, é o caso do MEI (Microempreendedor Individual) que não precisa emitir o documento quando a venda do produto ou serviço é feito para pessoa física.

Cada segmento de negócio tem suas normas com relação a emissão de nota fiscal, por isso, a assessoria de um escritório contábil é fundamental para uma boa gestão da empresa e prestação de contas ao fisco.

Através da nota fiscal a empresa pode saber corretamente quais foram as vendas mensais, bem como realizar a previsão de recebimentos. O estoque pode dar baixa nas mercadorias mais facilmente e a contabilidade confecciona relatórios conforme  condição financeira real da empresa.

Empresários que trabalham com o caixa 2 nas empresas, além de cometerem um crime, ainda tem trabalho dobrado para fazer duas contabilidades, sem mencionar que correm maiores riscos de desvio de dinheiro internamente.

Para combater a sonegação fiscal, a melhor ferramenta é sem dúvida nenhuma é a Nota Fiscal.

Gostou do conteúdo? Confira também: Fuja desses 10 erros de quem começa um negócio!

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Artigos que você também pode gostar: