Blog / Notícias

Planejamento estratégico: Como montar um para a sua empresa?

Todas as empresas que desejam alcançar resultados no mercado precisam realizar um planejamento estratégico. Ele permite que a empresa foque seus esforços no que realmente é importante, mas sempre se ajustando à realidade atual.

Prever metas e objetivos dentro do cenário real, bem como promover uma comunicação mais clara entre os gestores, colaboradores e clientes são as principais ações de quem realiza planejamentos.

Como fazer um planejamento estratégico?

Tudo o que é bem feito, é planejado. Não adianta querer fazer ao contrário, pois deixar as coisas acontecer naturalmente no mundo dos negócios é uma péssima ideia.

Um plano sempre precisa considerar diversos detalhes, especialmente a definição de metas, análise do mercado e indicadores de resultados. É fundamental  que a empresa compreenda “onde está”, “onde quer ir” e “o que fazer para chegar lá”.

O começo de toda elaboração do planejamento estratégico pode estar nas respostas dessas indagações. O próximo passo é começar a implementação do projeto sempre dentro da realidade da empresa.

Algumas dicas podem ajudar, confira!

Entenda as limitações da empresa 

É incerto começar um planejamento estratégico pela definição de metas. É claro que a empresa quer resultados o mais rápido possível, entretanto, o primeiro passo é compreender qual é o calcanhar de Aquiles da companhia.

Ou seja, o seu ponto fraco que pode prejudicar o andamento do processo. Pode ser: Equipe de profissionais insuficiente, falta de recursos, logística complicada, entre outros.

Quando a empresa compreende a realidade do seu negócio, a definição de metas é feita com os pés no chão. Isso quer dizer que as metas devem ser coerentes com a realidade, caso contrário, os problemas de projetos mal direcionados podem começar a surgir.

Prudência é fundamental, portanto, comece avaliando as condições internas e externas do negócio e responda às seguintes questões:

  • Quais são os pontos fortes da empresa?
  • Quais são as fraquezas do negócio?
  • Quais as oportunidades que a empresa tem para conseguir atingir os objetivos?

Quando se fala em condições externas, precisa-se avaliar as crises do mercado, taxa de juros, entre outros fatores.

Confira também: Descubra o Ponto de Equilíbrio da sua empresa!

Imponha metas

Depois de analisar o terreno onde sua empresa está pisando, conhecer os pontos fracos e fortes e principalmente entender suas limitações chegou a hora de traçar as metas.

É nessa hora que entram os objetivos da empresa, onde ela quer chegar e dentro de qual período deseja fazer isso.

O planejamento estratégico pode ser feito a curto, médio e longo prazo, essa definição será feita mediante as informações que foram coletadas da empresa.

Confira também: Como ganhar mais produtividade no trabalho? 5 dicas que podem te ajudar!

Estipule as estratégias e ações que serão utilizadas

É essencial anotar quais serão as medidas que a empresa vai tomar para conseguir chegar no tão sonhado objetivo. Uma coisa é traçar as metas, a outra bem diferente é realizar ações que farão a empresa realmente atingir o que tanto almeja.

Vamos a um exemplo prático:

  • Meta: Aumentar o faturamento em 15% dentro de 6 meses;
  • Estratégia: Investir no aumento de novos produtos para o estoque;
  • Ações: Mobilizar a equipe de marketing para implementar novas formas de marketing e treinar a equipe de vendas com novas técnicas de atendimento e fechamento de negócios.

Consegue perceber as diferenças?

É claro que no papel é tudo mais fácil, pois na realidade é preciso analisar todos os custos e a viabilidade do negócio, mas quando chegar nessa etapa, a empresa já vai ter uma vasta ideia de quanto pode e precisa investir.

Deixe toda a equipe por dentro do projeto

Todos os envolvidos precisam conhecer os objetivos da empresa, especialmente os colaboradores. Eles são a engrenagem do negócio, sem o engajamento de todos, dificilmente os gestores conseguirão ver os resultados que tanto querem.

É papel da empresa manter toda a equipe unida e motivada, desse modo, o alcance das metas será um objetivo coletivo.

Confira também: Absenteísmo e rotatividade de pessoal: O que é e como isso pode influenciar a empresa?

Monitore o cronograma estipulado e realize ajustes se necessário

Traçar metas e deixar elas abandonadas não vai levar a empresa a lugar nenhum. É fundamental acompanhar de perto para garantir que tudo está funcionamento adequadamente.

Os líderes dos setores precisam manter a chama dos objetivos acessa e entender que o futuro da empresa depende disso.

O planejamento estratégico é importante, mas sem monitoramento ele poderá não ter sentido nenhum.

Portanto, analise se tudo o que foi planejado está de fato sendo executado e principalmente, se está funcionando. 

Caso contrário, não pense duas vezes, estipule melhorias se muitas falhas forem detectadas.

De uma forma resumida, o planejamento estratégico nada mais é do que a seguinte definição.

  • Objetivos da empresa
  • Avaliação do cenário atual da empresa (análise de pontos fracos e pontos fortes)
  • Estratégia
  • Ações
  • Monitoramento
  • Ajustes e melhorias

Na verdade, se trata de um cronograma simples, porém, muito eficaz para conseguir o sucesso. No entanto, é fundamental que os gestores sempre andem com os pés no chão e preparados para guiar o negócio mesmo em um cenário de adversidades.

E para não perder tempo com burocracia da empresa conte com o Senhor Contábil para cuidar da sua contabilidade, assim sobra mais tempo para você se preocupar com o que realmente importa para o seu negócio!

Gostou do conteúdo? Confira também: O que é caixa 2 nas empresas e qual a importância da emissão da nota fiscal?

  • 74
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    74
    Shares
  • 74
    Shares