Blog / Notícias

Prestador de serviço também precisa ter CNPJ?

Você atua ou quer trabalhar como prestador de serviços, mas não tem CNPJ? Você acredita que todo prestador de serviço precisa de CNPJ?

Quer entender quais as diferenças entre exercer uma profissão autônoma com e sem CNPJ?

Então, não perca uma linha deste artigo, pois ele foi redigido pelo Senhor Contábil pensando em todas as questões que envolvem o CNPJ para o prestador de serviços.

Primeiramente, é preciso exemplificar  que um prestador de serviços é caracterizado por uma pessoa física ou jurídica que presta algum tipo de serviço a alguém em troca de remuneração financeira.

Como mencionado, tanto a pessoa física como jurídica podem ser prestadores de serviço. Portanto, não é especificamente necessário ter CNPJ para trabalhar na área.

Todavia, existem muitas vantagens para o prestador de serviço com CNPJ. É justamente sobre isso que vamos falar a seguir. Acompanhe!


Por que o prestador de serviços precisa ter CNPJ?

Você sabia que o prestador de serviços pessoa física também pode emitir notas fiscais?

É possível fazer a emissão de nota fiscal avulsa todas as vezes que a pessoa física realizar algum serviço em troca de remuneração. Essa modalidade é destinada a profissionais autônomos sem empresa aberta.

Esse procedimento deve ser verificado junto a Prefeitura da cidade onde o profissional reside e presta o serviço. 

Contudo, essa medida deve ser provisória, pois o mais indicado é que o profissional formalize o seu negócio abrindo uma empresa.

Abaixo, entenda por que o prestador de serviços precisa ter CNPJ!

  1. Formalização completa das atividades;
  2. Permite acesso a melhores taxas de juros nos bancos;
  3. Possibilita a contratação de funcionários;
  4. Fornece todos os direitos previdenciários ao empreendedor;
  5. Melhora a capacidade competitiva do negócio;
  6. Cálculo adequado dos impostos;

1- Formalização completa das atividades

Imagine o seu sonho de ser um empreendedor de sucesso saindo do papel?

Ter uma empresa está na lista de desejos de muitos brasileiros. Afinal de contas, a maioria dos autônomos querem transformar o seu negócio em uma empresa de sucesso.

É por isso que o prestador de serviço precisa ter CNPJ, pois é através desse número que identifica o negócio que a empresa vai ser identificada nos órgãos competentes como a Receita Federal e conseguirá obter todas as demais autorizações para funcionar dentro da lei.

A formalização do negócio abre portas no mercado e permite que a empresa escale dia a dia rumo aos melhores resultados. E a boa notícia, é que o CNPJ ativo evita riscos de multas e outras sanções ocasionadas por atuar na ilegalidade.

2- Permite acesso as melhores taxas de juros

Você sabia que as Instituições Bancárias oferecem mais benefícios para contas pessoa jurídica do que para contas pessoa física?

É isso mesmo, as empresas podem pegar empréstimos com taxas de juros baixas e usufruir de um atendimento mais personalizado em comparação com a pessoa física.

Ou seja, o seu negócio terá mais chances de crescimento com a ajuda oferecida para melhorar o capital de giro ou até mesmo, fazer novos investimentos.

Essa é uma das razões do porquê o prestador de serviço precisa ter CNPJ, especialmente se o objetivo é o crescimento do negócio.

3- Possibilita a contratação de funcionários

Já ouviu aquele ditado “ uma andorinha só não faz verão”?

Você até pode atuar sozinho como prestador de serviços, sem CNPJ e outro aporte de ajuda. Contudo, suas atividades serão muito restritas, afinal, existe um limite de atuação nesse caso.

Caso o objetivo seja ampliar os negócios e fazer a empresa crescer, o prestador de serviço precisa ter um CNPJ. Especialmente no que diz respeito à contratação de funcionários.

Toda empresa é feita de pessoas.Assim, ela só consegue manter sua boa imagem, atendimento cordial e a conquista de novos clientes com a ajuda de um time alinhado com a missão do negócio.

Nesse sentido, uma das principais ações dos empreendedores de sucesso é valorizar o capital humano da empresa.

E como o CNPJ formaliza o negócio, é possível realizar o registro dos colaboradores na carteira de trabalho e garantir que todos os direitos trabalhistas sejam assegurados, como: FGTS, férias, 13º salário e a contribuição da previdência ( afastamento por doença e aposentadoria).

Como esses benefícios, a empresa consegue contratar profissionais mais especializados que certamente produzirão mais rumo ao crescimento do negócio.

4- Fornece todos os direitos previdenciários ao empreendedor

Acima falamos sobre os direitos previdências dos funcionários, mas e quanto ao empreendedor?

Um dos motivos do porquê o prestador de serviço precisa ter CNPJ é justamente o acesso aos benefícios da previdência como: Afastamento por doença, licença maternidade e aposentadoria.

Essa vantagem de contar com a previdência não é estendida para o prestador de serviço que atua de forma autônoma sem CNPJ. Infelizmente, isso pode refletir negativamente caso houver uma necessidade futura desse auxílio.

Ao cadastrar o CNPJ, o empresário tem acesso a todos esses benefícios. Acredite, isso pode fazer muita diferença em momentos de necessidade.

5- Melhora a capacidade competitiva do negócio

Você quer ter uma empresa forte no mercado? Eu tenho certeza que sim!

Em outras palavras, o prestador de serviço precisa ter CNPJ justamente para batalhar por mais espaço no mercado.

Com o CNPJ é possível realizar muitas coisas que um prestador de serviços autônomo não consegue, como:

  1. Participar de licitações;
  2. Comprar de grandes fornecedores que oferecem mais descontos;
  3. Atender empresas que exigem Nota fiscal de pessoa jurídica;
  4. Pegar empréstimos com melhores taxas de juros;

Ou seja, são mais portas que se abrem para que o seu negócio alcance uma excelência maior e impacte mais clientes.

6- Cálculo adequado dos impostos

Você se apavora quando fala em pagar impostos? 

Você sabia que muitos prestadores de serviço atuam na informalidade porque acreditam que estão economizando muito dinheiro com impostos?

Mas, essa visão não está correta. Sabe porquê?

Porque não é verdade que os prestadores de serviços pagam absurdos de impostos, desde que eles procurem uma contabilidade que os ajude a fazer o enquadramento tributário correto da empresa.

Pelo contrário, atuando na informalidade, o profissional corre riscos de multas se não emitir nota fiscal. Além disso, fica limitado no atendimento.

Mas, para tirar esse peso da consciência e não gastar muito com a formalização do negócio e o cálculo dos impostos, a contabilidade online pode te ajudar!

Entenda como:

  1. Mensalidades mais baratas, à partir de R$ 68,00;
  2. Plataforma online, onde tudo pode ser acompanhado de qualquer lugar a qualquer hora;
  3. Atendimento online humanizado de segunda a segunda;
  4. Reuniões com especialistas;

Com a assessoria certa, sua empresa só tem a ganhar!

Quais os riscos do prestador de serviço não ter CNPJ?


Você leu acima sobre os benefícios que o prestador de serviço tem ao abrir um CNPJ, mas ainda está se perguntando se vale a pena?

Talvez, você esteja pensando em atuar sem CNPJ, uma vez que pode emitir nota fiscal avulsa mesmo assim.

Mas, saiba que não é a mesma coisa.

Eu vou te explicar porque o prestador de serviço precisa ter CNPJ e quais as diferenças de emitir a nota fiscal avulsa e  a nota fiscal pessoa jurídica.

Quando um prestador de serviço sem CNPJ emite uma nota fiscal avulsa, ele é enquadrado como pessoa física. E sendo assim, as alíquotas do imposto de renda são mais altas, podendo chegar a 27,5%.

Ou seja, você vai pagar mais imposto de renda do que um prestador de serviço pessoa jurídica.

Isso acontece porque ao fazer o registro do CNPJ,  o prestador de serviço terá assessoria contábil para adequar os impostos e todas as normas que regulamentam a atividade empresarial.

Quais informações o CNPJ traz da empresa?

Podemos comparar o CNPJ com o CPF, ele serve para identificação da empresa, assim como o CPF identifica a pessoa física.

O CNPJ mostra o nome da empresa, nome fantasia, data de abertura, tipo de empresa e suas principais atividades econômicas.

Ainda no CNPJ constam informações como: Contato, endereço e informação da situação cadastral. Ou seja, todos os dados serão registrados neste documento.

Nesse artigo, você tem informações completas sobre o cartão de CNPJ!

Você concorda que um prestador de serviço precisa ter CNPJ?

Agora que você já sabe as diferenças sobre ter um não ter um CNPJ, o que acha de conhecer uma contabilidade online que pode te ajudar em todo processo de abertura de empresa, enquadramento fiscal e assessoria mensal para lidar com as normas da legislação.

O Senhor Contábil está pronto para atender você e sua empresa. Venha tirar todas as dúvidas!

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Artigos que você também pode gostar: