Blog / Notícias

Qual a diferença entre razão social e nome fantasia?

Você sabe qual a diferença entre razão social e nome fantasia?

São denominações que devem ser compreendidas pelos empresários ou por aqueles que pretendem empreender. Afinal de contas, se trata de coisas completamente diferentes, porém, nenhuma delas é menos importante do que a outra.

Como empresário, você vai perceber que em praticamente toda negociação com fornecedores, instituições bancárias ou até mesmo com clientes haverão perguntas como:

” Qual é a razão social da sua empresa?”

De modo geral, não é difícil distinguir a diferença entre razão social e nome fantasia. Entretanto, você como empresário também deve saber o porquê ambas existem.

Por isso, nós do Senhor Contábil elaboramos essa explicação. Continue a leitura!

Diferença entre razão social e nome fantasia

De forma simplificada, a razão social é o registro da empresa que aparece nos documentos da empresa como:

Notas fiscais, contrato social, escrituras, documentos fiscais, contábeis e tributários.

Em contrapartida, o nome fantasia é a marca, representa o nome da empresa e é bastante conhecido no mercado. 

Para que você entenda melhor a diferença entre razão social e nome fantasia, vamos mostrar a importância de cada um deles e ainda, sanar mais algumas dúvidas como:

  1. O que é razão social da empresa
  2. O que é o nome fantasia e sua importância?
  3. Exemplos de razão social e nome fantasia

1- O que é razão social da empresa?

A razão social é o nome cujo a empresa é registrada nos órgãos competentes, tais como: Cartório e Junta Comercial.

É a razão social que vai aparecer em órgãos competentes como a Previdência Social, Receita Federal, Secretaria da Fazenda, Prefeitura e outros.

Além do nome, a razão social tem uma representação muito importante, pois ela mostra exatamente como a empresa está constituída. Por isso, antes de escolher o nome, é fundamental averiguar se ele já está sendo usado por outra empresa.

A contabilidade pode auxiliar o empresário nessa consulta, por isso, é importante contar com esse expertise na abertura da empresa.

Caso outra empresa já esteja utilizando uma  razão social similar, o registro da sua empresa nesse nome será rejeitado. Portanto, é necessário ter um plano B.

A  Razão Social também é conhecida como ” Nome Comercial”, ele nasce a partir do momento do registro de abertura da empresa e ato de arquivamento do contrato social. É um direito garantido pela Constituição Federal.

Via de regra, todas as vezes que o empreendedor fizer qualquer tipo de negócio de compra e venda, busca por empréstimos e outras parceiras a razão social certamente será solicitada.

2- O que é o nome fantasia e sua importância?

O público geral não conhece a razão das empresas, entretanto, sabe o seu nome fantasia.

O nome fantasia nada mais é do que a marca da empresa, aquele nome que é utilizado de fachada.

Na maioria das vezes, o nome fantasia não tem nada a ver com a razão social.

Contudo, você sabia que o nome fantasia pode ser similar ou igual a razão social?

Exatamente, algumas empresas conseguem colocar o mesmo nome fantasia da razão social. Isso varia muito do tipo do segmento e se existe disponibilidade para uso dos termos.

A diferença entre razão social e nome fantasia é sobre sua importância.

Ambos são fundamentais, enquanto a razão social é importante para os órgãos competentes e documentos legais, o nome fantasia serve para divulgação da empresa para o mercado e nas estratégias de marketing.

O nome fantasia é informado no cartão de CNPJ e no contrato social. O empresário ainda tem a possibilidade de fazer o registro junto ao INPI ( Instituto Nacional de Propriedade Industrial).

Esse órgão é responsável por marcas e patentes no Brasil. O INPI concede o direito a utilização da marca de maneira exclusiva para a empresa que fizer o registro primeiro.

Entenda que esse registro não é obrigatório. No entanto, a empresa que fizer terá o direito sobre a marca, e caso outra empresa colocar o mesmo nome fantasia, terá que retirar, caso a dona da marca faça a reclamação.

Vale lembrar que a ” marca” de um negócio pode ser muito importante, algumas inclusive foram avaliadas em milhões, como é o exemplo da Coca Cola, Nike, Magazine Luiza e outros.

Ou seja, isso significa que a marca é incorporada no patrimônio da empresa como se fosse um ativo. Algumas se tornam mais valiosas do que os próprios bens patrimoniais da empresa.

3- Exemplos de razão social e nome fantasia

Como mencionado acima, existem empresas que conseguem colocar o mesmo nome para razão social e nome fantasia. 

Contudo, a razão social carrega alguns acréscimos, pois ela é composta por 3 partes:

  1. Nome específico escolhido pelo empresário ( Designação);
  2. O nome que representa o ramo de atividade ( lanchonete, padaria, supermercado, moda);
  3. Enquadramento tributário que pode ser: LTDA,EIRELI, ME, S/A

Sendo assim, é comum que a razão social tenha esse formato:

  1. Bem Viver locação de Imóveis Ltda
  2. Antônio Silva reparos Me
  3. Antunes Carlos de Prado Dedetizações Me
  4. Industria e Comercio de roupas Ferreira S/A

( Fora usados nomes fictícios)

Perceba que todos seguem a nomenclatura citada acima. Alguns deles podem usar o mesmo nome fantasia. Vai depender da escolha dos seus sócios.

Com relação ao nome fantasia, ele pode ser muito criativo, caso o objetivo seja criar uma espécie de gatilho mental que lembre o cliente que a empresa existe através do nome.

Exemplo de nome fantasia:

  1. Bem Viver Imobiliária
  2. Reparos & Reparos Silva
  3. Dedetização Prado
  4. Ferreira Modas

Esses são exemplos simples e mostram a diferença entre razão social e nome fantasia.

Perceba que o nome fantasia facilita a pronúncia, pois não fica tão longo e também, permite que o público grave melhor a marca da empresa. 

É justamente esse o objetivo, por isso, o nome fantasia pode ser criativo e pensado para que o público alvo recorde para futuros negócios.

Você sabia que até o MEI permite ter um nome fantasia?

Pois é, quando uma pessoa quer regularizar sua situação como autônoma para microempreendedora individual, ela já possui a razão social que está diretamente vinculada ao seu nome.

Portanto, a razão social do MEI será o nome completo da pessoa, seguido pelo final MEI.

Com relação ao nome fantasia, ele pode ser criado no momento do cadastro. Ou seja, o MEI também pode ter um nome popular para seu negócio.

Todavia, vale lembrar que o nome fantasia não tem proteção se não tiver o registro do INPI, como já foi citado acima.

Vale a pena registrar a marca de uma empresa pequena?

O registro do INPI é válido por 10 anos, depois, é necessário fazer a renovação.

Tem custos?

Sim, existem custos envolvidos que podem ser definidos de duas formas:

Uma delas é você como empresário ou representante da empresa comparecer a uma agência do INPI e dar entrada no processo. Nesse caso, pagará somente a taxa do Instituto.

Agora, se você não tem tempo, pode contratar uma agência especializada para fornecer assessoria nesse processo. Nesse caso, serão cobrados honorários da empresa e as taxas.

Mas, será que vale a pena registrar a marca de uma empresa pequena?

Você certamente já viu inúmeras empresas com o mesmo nome, não é mesmo?

Isso atrapalha muito o negócio, não adianta fechar os olhos para isso.

Você sabia que o sistema permite que existam empresas com o mesmo nome fantasia em estados diferentes?

Isso mesmo, é possível abrir uma empresa no mesmo segmento e nome fantasia, desde que o estado seja diferente.

Imagine a dor de cabeça se ambas optarem por trabalhar online.

Embora isso seja raro, pode acontecer e é por isso que o INPI existe, justamente para formalizar a proteção da marca.

Quando você faz o registro do INPI é como se estivesse fazendo a escritura de um terreno. Ou seja, ali são sinalizados a sua propriedade e portanto, se alguém usar a sua marca, você poderá enviar uma notificação extrajudicial solicitando que a empresa suspenda o uso de forma imediata.

Então, entendeu a diferença entre razão e nome fantasia?

Você sabia que tudo isso pode ser orientado pelo contador?

Nós do Senhor Contábil estamos aqui para te ajudar a tornar a sua empresa bem sucedida. 

Para isso, oferecemos serviços de contabilidade online através de uma plataforma moderna onde atuam especialistas para tirar todas as dúvidas. 

Aqui você encontra atendimento humanizado e parcelas mensais a partir de R$68,00. 

Vem para o Senhor Contábil!

Leia também:

O que você não sabia sobre abrir uma empresa

Processos demorados: Aprenda a otimizar o seu tempo!

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Artigos que você também pode gostar: