Blog / Notícias

Qual é a melhor forma de controlar os gastos da empresa?

Os gestores precisam saber controlar os gastos da empresa, esse assunto deve ser levado muito a sério. Afinal, é através da redução dos custos que ocorre a maximização dos lucros.

O fato é que para conseguir controlar os gastos da empresa com eficiência, é necessário  planejamento. Apesar de clichê, são muitas as companhias que não fazem isso e nos tempos de crise, a instabilidade do negócio passa a ser uma grande preocupação.

O controle de gastos assegura melhor saúde financeira para a empresa mesmo diante das adversidades.

Como controlar gastos da empresa?

 Todo o empresário deseja que sua empresa prospere, mas para isso, é importante acompanhar o trajeto dos recursos financeiros.

A boa notícia é que já existem ferramentas para controlar gastos da empresa com muita eficiência. Dessa forma, o gestor pode analisar e mapear todo o percurso que o dinheiro faz desde sua entrada até sua saída.

Algumas dicas simples podem ajudar a controlar os gastos da empresa. Confira!

#Separe os gastos pessoais dos gastos da empresa

Parece óbvio, mas a maioria das micro e pequenas empresas não tem uma gestão financeira com essa divisão.

Misturar as contas pessoais com as contas da empresa é prejudicial para os negócios. Isso dificulta a gestão financeira da empresa e impede a sua prosperidade.

O empreendedor só pode fazer retiradas mensais conforme o seu pró labore ou participação de lucros. É importante contar com a ajuda do contador na hora de estipular esses valores.

O dinheiro da empresa é usado para custear as operações. As contas pessoais dos sócios não fazem parte desse processo. 

#Reduza os impostos com o planejamento tributário

Uma das formas eficientes de controlar os gastos da empresa é diminuindo os custos dos impostos. A boa notícia é que isso pode ser feito de forma legal.

O planejamento tributário é na verdade a gestão do  pagamento de impostos, o processo é realizado pelo contador, onde são analisadas diversas maneiras para reduzir a carga de tributos.

Essa estratégia avalia as características do negócio, estudam possíveis benefícios fiscais e podem inclusive retardar o pagamento de multas, caso seja necessário.

Tudo é feito dentro da lei, portanto, a empresa não estará cometendo nenhum delito.

Entenda mais sobre o planejamento tributário aqui!

#Negocie com os fornecedores

Valores e prazos de pagamentos podem ser negociados com os fornecedores. Em alguns casos, a empresa pode obter vantagens em comprar um produto em uma quantia maior e aproveitar um desconto compensador.

Ou então, pleiteando mais prazo para pagar os boletos.

Em meio a crise, os gestores não podem deixar de negociar, pedir descontos e melhores condições para seus fornecedores. Acredite, eles também tem interesse em fazer o que estiver ao alcance para não perder o cliente.

#Evite muita rotatividade de colaboradores

Admissões e demissões são custosas para o negócio, por isso, a melhor forma de controlar os gastos da empresa é fazendo uma boa gestão de pessoas.

Os colaboradores também querem manter seus empregos, entretanto, a empresa também tem que fazer a sua parte. Por exemplo:

  1. Abra um canal de comunicação para ouvir a opinião dos colaboradores;
  2. Treine os líderes para conduzir a equipe de maneira inteligente;
  3. Mapeie e melhore os processos de trabalho;
  4. Pague um salário condizente com a função;
  5. Valorize, incentive e crie uma atmosfera boa de trabalho na empresa;

Custa mais caro trocar de colaboradores a todo momento do que manter e valorizar aqueles que você já possui e entregam o que a empresa precisa.

#Precifique bem o seu produto ou serviço

Calcular o preço errado de um produto ou serviço prejudica os lucros do negócio, e infelizmente, isso acontece mais do que se imagina.

 Na precificação é importante adicionar as despesas fixas, despesas variáveis, custo do produto e o lucro que deseja obter.

Caso faça promoções e ofereça descontos aos clientes, é necessário considerar uma margem para não ter prejuízos.

#Invista em um sistema para controlar gastos da empresa

Já existem muitas ferramentas para registrar todas as contas à pagar, contas a receber, vendas, controle de estoque e todas as operações integradas da empresa.

Essa tecnologia ajuda a controlar os gastos da empresa através do monitoramento de relatórios que devem ser analisados com bastante frequência pelo gestor.

Os relatórios mostram exatamente as margens de lucro, endividamento e o quanto a empresa tem no estoque, caixa,contas a pagar e receber a curto, médio e longo prazo.

Os softwares de gestão financeira são a  melhor maneira de acompanhar de perto as operações da empresa e rastrear o caminho do dinheiro.

#Saiba a hora certa de cortar despesas

A vantagem de ter um sistema de gestão financeira é justamente a visibilidade geral do negócio, dessa forma, é possível identificar os gargalos que estão esvaindo o dinheiro  da empresa.

A partir dessa análise é possível eleger os custos que podem ser reduzidos, como por exemplo: Energia elétrica, água, manutenção de equipamentos antigos ( as vezes compensa comprar novos), aluguel, entre outros.

É importante fazer uma boa observação antes dos cortes, afinal, essa redução de despesas não pode afetar o desempenho da empresa.

Agora que você já sabe como controlar os gastos da empresa, que tal contar com ajuda especializada de uma contabilidade de confiança?

O Senhor Contábil – Contabilidade Online pode te ajudar, e a melhor de todas as notícias é que os valores das mensalidades são muito atrativos. Confira!

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Artigos que você também pode gostar: