Blog / Notícias

Quer abrir uma loja virtual? Venha entender o que é necessário

Você quer abrir uma loja virtual , mas ainda tem muitas dúvidas?

Seja bem vindo, pois nós do Senhor Contábil preparamos esse artigo exclusivamente para você que deseja empreender com planejamento. Por isso, vamos abordar inúmeras questões a respeito desse assunto.

As vendas pela internet aumentaram bastante nos últimos anos. De acordo com estudo feito pela INFOBIP, cerca de 88% dos brasileiros compraram online desde o começo da pandemia.

O comércio eletrônico é variado, tem busca por vestuário, calçados, alimentos, eletrodomésticos, eletrônicos, farmácia, móveis e até mesmo, material de construção.

Essa mudança no comportamento do consumidor abriu a mente de muitos empreendedores que optaram por abrir uma loja virtual para ganhar dinheiro trabalhando em casa.

A verdade é que muitos negócios começaram pequenos e depois, tiveram que ampliar o espaço de operação.

Embora pareça fácil abrir uma loja virtual, é importante salientar que existem procedimentos necessários que devem ser realizados para manter a empresa dentro da lei e com chances de crescimento constante.

Vamos entender melhor?

Como abrir uma loja virtual de sucesso?

A verdade é que aos poucos, os brasileiros estão confiando mais em fazer compras online. E isso certamente é um ponto positivo para os empreendedores que desejam abrir uma loja virtual.

Contudo, não é uma garantia que o projeto vai dar certo.

Mas, qual é o segredo?

Entender que abrir uma loja virtual requer o mesmo empenho do que abrir uma loja física. Afinal de contas, não é só cadastrar os produtos e esperar as vendas.

Por isso, separamos algumas dicas que vão te ajudar a dar o primeiro passo:

Adquira conhecimento no segmento que vai atuar

Não se aventure em um negócio estranho, onde você não sabe nada sobre o produto.

A internet é bastante competitiva, portanto, se prepare!

  1. Faça cursos na área;
  2. Pesquise quem são seus clientes;
  3. Observe o que a concorrência está fazendo;
  4. Avalie como é a busca pelos produtos;

Faça um plano de negócios

Organize seus pensamentos, abrir uma loja virtual exige planejamento, pois são diversos pontos que devem ser analisados.

Comece colocando no papel quais produtos vai oferecer, quem serão os fornecedores, o quanto precisa faturar para arcar com custos e principalmente, o quanto vai precisar investir no seu negócio.

Mapeie absolutamente tudo, dessa forma, as ideias ficarão mais organizadas e a comunicação facilitada entre todos os envolvidos.

Encontre bons parceiros

Você já tem a ideia e os recursos, mas acredite, para abrir uma loja virtual você precisa de profissionais experientes, entre eles:

  1. Criador da plataforma ( programador);
  2. Designer;
  3. Redator/social media;

Considere que essa é a base do seu terreno online, você precisa ter um ambiente que funcione para receber seus clientes.

Além disso, é importante divulgar o seu negócio para que os clientes te encontrem.

Trabalhe legalizado

Tenha em mente que abrir uma loja virtual envolve inúmeros procedimentos para garantir que os clientes tenham confiança e comprem no seu estabelecimento.

A internet não é terra de ninguém.

A Receita Federal já está de olho no comércio eletrônico há bastante tempo. Portanto, não pense que abrir uma loja virtual não envolve nota fiscal de entrada e saída, pagamento de impostos e outras taxas.

A melhor maneira de garantir um negócio sustentável e dentro da lei, é contratar uma contabilidade para ajudar na burocracia.

A boa notícia é que você não precisa pagar caro por isso. O Senhor Contábil pode te ajudar!

Assim como a loja pode ser virtual, o Senhor Contábil é uma contabilidade online.

Isso mesmo, você faz tudo pela internet.

Emite notas, guias de pagamento de impostos, acompanha relatórios contábeis e muito mais. Clique aqui e saiba mais!

Qual é a parte burocrática para  abrir uma loja virtual?

Sim. Você precisa formalizar o seu negócio online, não tem como fugir disso!

Existem alguns tipos de natureza jurídica que podem ser aplicados conforme a operação. Por isso, é fundamental contar com ajuda especializada de um contador para fazer o melhor enquadramento.

Entre as principais estão:

MEI

Indicado para pequenos negócios com faturamento de até R$81 mil por ano. 

Você pode abrir uma loja virtual dentro desse enquadramento, no entanto, ele tem muitas limitações como:

  1. Faturamento não pode ultrapassar R$ 81 mil por ano;
  2. É permitido somente 1 funcionário;
  3. Algumas atividades não são permitidas, tem que consultar a lista;
  4. Não pode ter sociedade em nenhum outro negócio;

Nesse caso, o patrimônio pessoal do empreendedor se confunde com o patrimônio empresarial para fins legais. 

EI – Empresário Individual

Essa é outra opção para abrir uma loja virtual sozinho. A vantagem dessa natureza jurídica é que o limite de faturamento é maior ( R$4.800,000,00) por ano pelo Simples Nacional.

Ademais, pode-se contratar mais funcionários.

Contudo, os bens pessoais também ficam comprometidos, caso as dívidas da empresa não sejam pagas.

Por isso, é importante compreender bem como funcionam as leis de cada natureza jurídica.

EIRELI

Se você quer abrir uma loja virtual sem sócios, o Eireli é mais uma opção. A vantagem dessa natureza jurídica é que os bens pessoais são separados dos bens empresariais.

Ou seja, o empreendedor não corre o risco de perder seu patrimônio pessoal, caso a empresa adquira endividamentos.

Porém, para abrir uma Eireli, o empreendedor deve dispor de um capital social de 100 salários mínimos vigentes.

SLU – Sociedade Limitada Unipessoal

Essa é uma natureza jurídica relativamente nova,  ela também se destina a empreendedores que desejam atuar sem sócios. Todavia, diferentemente do EI ( Empresário Individual) o SLU separa o patrimônio pessoal do patrimônio empresarial.

Para abrir uma loja virtual com a natureza jurídica SLU, o empreendedor não precisa de capital social mínimo e pode faturar pelo Simples Nacional até R$4.800,000,00 por ano.

LTDA ( Limitada)

Essa é a opção de natureza jurídica para quem pretende abrir uma loja virtual com sócios.

É permitido por lei ter um ou mais sócios nessa categoria, o patrimônio pessoal fica separado do patrimônio empresarial.

Via de regra, as principais dúvidas com relação à natureza jurídica devem ser tiradas pelo contador. Afinal de contas, cada uma delas define o quanto a loja virtual vai pagar de impostos.

Fique atento à lei do e-commerce!

Embora existam muitas pessoas que vendem mercadorias como pessoa física, o mais indicado é a formalização do negócio.

Existem muitas vantagens de abrir uma loja virtual em conformidade com a legislação. Dessa forma, é permitido emitir notas fiscais e demonstrar mais segurança para os clientes.

Além disso, existe a questão da declaração do imposto de renda, que fica mais onerosa para pessoa física.

É importante lembrar que existe o Decreto nº 7.962 que regulamenta o comércio eletrônico no Brasil. Portanto, se você quer abrir uma loja virtual, é fundamental conhecer as exigências, que são:

  1. Informar no site informações como endereço físico, e-mail, CNPJ, Razão Social e telefone;
  2. Deixar claro a descrição completa dos produtos como: tamanho, material e cores;
  3. Mostrar resumo da compra antes de finalizar a venda;
  4. Ter transparência nas formas de envio e pagamento;
  5. Permitir que o cliente acompanhe sua compra através de código de envio e rastreamento;
  6. Aceitar trocas de produtos até 7 dias após o recebimento da compra, inclusive se o cliente se arrepender de tê-la feito;

Entenda, abrir uma loja virtual envolve o cumprimento de todas as normas que representam o código de defesa do consumidor.

Passo a Passo para abrir uma loja virtual

Se você chegou até aqui é porque já tem o objetivo de abrir uma loja virtual. Por isso, vamos te mostrar os primeiros procedimentos que devem ser feitos. Acompanhe!

Procure uma plataforma

Existem muitas opções no mercado, algumas já estão prontas e a única coisa que você precisa fazer é pagar um aluguel mensal.

Essa é uma boa opção para quem não tem tempo ou conhecimento para criar algo mais personalizado. As plataformas prontas alugadas funcionam muito bem.

Outra opção interessante são as plataformas open source, elas possuem código livre onde o empreendedor pode baixar, instalar e configurar sua loja virtual. A exemplo disso está a PrestaShop ou o Magento.

Nessa opção, se você não entende nada de programação, será necessário contratar um profissional para fazer as alterações.

Por fim,você pode abrir uma loja virtual com uma plataforma exclusiva. Nesse caso, um programador cria uma estrutura única para o seu negócio. Contudo, é muito mais caro, a vantagem é que ela será sua e pode fazer do jeito que desejar.

Outra sugestão são os marketplaces, se você não se sente seguro em ter seu site, pode abrir uma loja virtual nesses espaços como MercadoLivre, Magazine Luiza, Americanas e outros.

Nesse caso, eles cobram uma taxa por venda e você consegue trabalhar na estrutura deles.

Escolha bem seus fornecedores

O segredo do seu sucesso está aqui. Portanto, se você quer abrir uma loja virtual que venda bem, aprenda a comprar com preço justo para conseguir uma boa margem de lucro.

A qualidade deve ser uma prioridade, afinal de contas, seus clientes podem desistir rapidamente de sua loja se não gostarem dos produtos.

Pesquise bastante os produtos, preços, agilidade na entrega e formas de pagamento.

É importante tomar cuidado para não faltar mercadorias para seus clientes, isso pode prejudicar sua loja.

Tire boas fotos e faça vídeos

As fotos são a primeira impressão que o cliente tem dos produtos, abrir uma loja virtual exige boas imagens.

Portanto, você precisa se especializar em fotografias ou então, contratar quem sabe fazer isso.

As fotos e vídeos são os manequins da sua vitrine.

Descreva seus produtos com riqueza de detalhes

As descrições detalhadas ajudam o cliente decidir a compra na hora, dessa forma, reduz as chances dele sair navegando em outros sites para ler a ficha técnica.

Portanto, ao abrir uma loja virtual, crie descrições completas e não economize palavras para valorizar o produto.

Além de facilitar a vida do cliente, a descrição completa vai reduzir os questionamentos dos clientes nas redes sociais e outros meios de contato da empresa que podem sobrecarregar o time.

Defina os meios de pagamento

Escolher bem as formas de pagamento pode ser a cereja do bolo.

Afinal, os clientes pagam no cartão o crédito e precisam se sentir seguros para finalizar a compra.

Na maioria das vezes, ao abrir uma loja virtual, o empreendedor opta por intermediadores como Mercado Pago, Pagseguro, PICPay. A vantagem é que a maioria das pessoas já possuem cadastro nessas plataformas e isso facilita a finalização da compra.

Contudo, existem outras formas, como por exemplo os gateways, onde o empreendedor deve fazer um contrato com o banco ou bandeira de cartão para conseguir oferecer esse meio de pagamento onde o dinheiro cai direto na sua conta.

Organize sua logística

Nessa rua movimentada que é a internet, os pedidos não podem demorar muito para serem entregues. Por isso, você precisa ser rápido para despachar as vendas.

O comprador da internet não tem paciência para demoras, portanto, se você quer abrir uma loja virtual, se prepare para fazer envios sem demora.

Você como empreendedor pode optar pelos correios ou contrato com transportadora privada. Pesquise e veja a melhor solução.

Pense na segurança da sua loja virtual

Os clientes querem se sentir seguros ao entrar no ambiente de compras online, portanto, valorize isso.

É urgente a necessidade de ter um SSL, um certificado anti fraude. Dessa forma, os usuários enviam seus dados ao servidor de maneira criptografada impedindo roubo de informações.

Os programadores entendem sobre o SSL, então, você apenas deve exigir esse certificado em sua loja virtual.

Invista no Marketing

Tudo pronto para abrir uma loja virtual e começar a vender?

Então, não esqueça de ter um plano de divulgação do seu negócio, tanto nas redes sociais como no Google.

Não fique parado esperando os clientes acessarem por acidente a sua loja, porque isso não vai acontecer.

De modo geral, a internet é um mundo concorrido atualmente, existem muitas lojas disputando a atenção dos usuários. Portanto, capriche no seu marketing.

Aposte em tráfego orgânico como conteúdo em blogs, postagens em redes sociais, vídeos curtos e também, no tráfego pago como links patrocinados.

Reserve um dinheiro todos os meses para aplicar no marketing, com isso, seu negócio tem mais chances de aparecer para mais pessoas e se tornar uma autoridade.

Não esqueça da contabilidade para abrir a loja virtual

Nos contrate!

Comece o seu negócio de maneira correta, formalize a sua loja virtual com o Senhor Contábil!

Sabe por que vai ser mais vantajoso para você?

Por que o Senhor Contábil é uma contabilidade online que trabalha com uma plataforma exclusiva onde você empreendedor vai conseguir consultar a situação da sua empresa de onde estiver, basta ter acesso a internet.

A partir de R$68,00 por mês você pode contar com assessoria contábil de qualidade, chat online e reunião com especialistas para gerir a burocracia da sua loja virtual.

Quer mais benefícios?

O Senhor Contábil está com uma promoção de TAXA ZERO para abertura de empresa para alguns estados do Brasil.

Não perca a oportunidade de abrir uma loja virtual agora mesmo com:

  1. Abertura de empresa 100% gratuita
  2. Sem burocracia
  3. Taxa Zero para os estados de SP, MG, PR, RS, SC e MT.
  4. Livre de custos desnecessários
  5. Plataforma Web interativa
  6. Atendimento via WhatsApp
  7. O processo ocorre 100% Online

Vem para o Senhor Contábil e comece o seu negócio sem dores de cabeça!

Mais informações sobre ” Como abrir uma empresa GASTANDO MENOS”, clique aqui!

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Artigos que você também pode gostar: