Blog / Notícias

Vale a pena abrir empresa na crise?

abrir empresa na crise

Abrir empresa na crise é um assunto muito pensado entre os empreendedores. O fato é que o Brasil passou por inúmeras situações difíceis, ora é crise política, na outra é crise econômica e agora, uma crise sanitária.

São situações muito distintas e a última, muito nova. Por isso, vale uma reflexão mais aprofundada sobre isso. Entenda!

Razões para abrir empresa na crise

O Brasil tem muitos empreendedores, eles são movidos por um sonho de conquistar uma condição de vida melhor. Sabe-se que empreender, em qualquer no momento no País, sempre é um grande desafio.

No entanto, quem não arrisca, não petisca.

Tanto é verdade que segundo o SEBRAE, o brasileiro ocupa o primeiro ranking no mundo quando o assunto é empreendedorismo durantes tempos de crise.

Isso se explica por inúmeros motivos, mas os principais deles são:

• Sempre tem espaço para crescer diante da crise

Alguns setores não baixam a demanda, mesmo na crise, isso prova o porquê existe aquele ditado que diz: Enquanto uns choram, outros vendem o lenço.

Quando você tem um produto ou serviço de qualidade, a demanda sempre vai existir, mesmo que as pessoas não estejam gastando como antes.

Vivemos em um País muito grande, por isso, sempre vai existir o público consumidor. 

Mas, qual é o segredo para abrir empresa na crise e se destacar no mercado?

O empreendedor que consegue se adaptar às demandas reais do mercado, certamente vai ter um lugar ao sol. Ademais, é fundamental ter muita paciência para esperar a economia se reaquecer novamente.

abrir empresa na crise

• Necessidade x Sonho

É diante da crise que nascem grandes empreendedores. 

Abrir empresa na crise às vezes é necessário, pois o resultado de momentos difíceis  é o corte de postos de trabalho, nessa pandemia não aconteceu diferente. Porém, as pessoas precisam trabalhar para ganhar o sustento da família.

A maneira mais comum de fazer isso é empreendendo. Por isso, existem muitas pessoas que já pensaram fora da caixa e estão fazendo algo para driblar a situação.

Geralmente, a primeira coisa pensada para empreender é aquilo que a pessoa sabe fazer. Foi diante de um cenário de incertezas assim que muitos grandes empresários começaram o seu negócio.

Ou seja, abrir empresa na crise pode ser uma oportunidade de dar uma reviravolta positiva na sua vida profissional.

Não quer esperar? Entre em contato diretamente com um dos nossos consultores, clique aqui.

• A crise gera novas demandas

Perceba que toda crise é diferente e as necessidades do mercado mudam completamente.

Porém, você precisa ter em mente que as formas de consumo não param, elas podem mudar ou diminuir, mas não congelam completamente.

Por isso, o empreendedor precisa se reinventar para atender essa demanda.

O mais importante nisso tudo, é que o empreendedor precisa saber identificar o setor certo nos tempos de crise e investir novas ideias nele. Inclusive, existe a possibilidade de se destacar diante desse cenário.

abrir empresa na crise

• A crise vai passar

Embora a pandemia seja algo muito novo no mundo, o Brasil já tem histórico de outras crises e o empreendedor já está acostumado com isso.

Na maioria dos casos, a crise tem duração de 2 anos, enquanto isso, o empreendedor não pode ficar parado esperando, a não ser que ele tenha outros meios de subsistência.

O fato é que abrir empresa na crise permite um amadurecimento maior para o empreendedor crescer lentamente e de forma sólida. Dessa forma, quanto a crise passar, a empresa estará mais fortalecida e pronta para  se destacar enquanto a maioria da concorrência estará tentando se recuperar.

Empresas que nascem em meio a crise, tem mais chances de expandir com a recuperação do mercado.

Gostou do conteúdo? Confira também: Como saber se manter competitivo no mercado?

  • 11
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    11
    Shares
  • 11
    Shares

Artigos que você também pode gostar: